Quer viver 106 anos? Não guarde rancor!

Conheça Leah que, aos 106 anos, dá uma aula sobre atitudes para se ter uma vida longa e saudável

Para viver bem (e viver muito), é preciso adotar bons hábitos para prolongar os anos de vida. A Leah Bandeira Sacchi, nascida em 1912, tem a fórmula: caminhada, cerveja e amigos. Nada mal, não é mesmo?

 

Segredos de Dona Leah

Dona Leah tem uma rotina tranquila: dorme às 20h, acorda às 5h, faz caminhada diariamente e vive cercada de quem ama. Ela tem o costume de sair pela rua, tomar café com conhecidos e ir à igreja. Para manter o pique, Dona Leah faz fisioterapia para cuidar da saúde do corpo. Além disso, ela não abre mão de uma boa alimentação, com carne, frango, legumes e verduras. Para completar, ela toma pinguinha e cerveja antes do almoço todos os dias e, para dormir, leite com conhaque.

 

 

Dia a dia

Com toda essa energia, Dona Leah diz que adora cuidar do jardim que fica em seu quintal. Ela revela que sua saúde está muito boa para a idade e que seus níveis de glicose e colesterol estão sob controle. “Tenho um marca-passo e tomo remédio para o coração, além de vitaminas. Faço acompanhamento com o cardiologista de seis em seis meses”, afirma.

Ela ainda conta com duas acompanhantes que a ajuda em tudo o que precisa – elas se revezam em dois turnos. Assim, Leah nunca fica sozinha.

À tarde ela aproveita para descansar. Ela tira a tão invejada soneca vespertina, depois assiste à programação católica e reza o terço. Quem adora estar com ela nesses momentos de tranquilidade é a Nara, sua gatinha companheira.

Para sair de casa, ela não abre mão de brincos, pulseira e lenço no pescoço, além de batom e sapato com saltinho. Vaidosa, ela se cuida e diz que acha deselegante sapatos rasteiros. “Não é porque estou velha que não tenho que me cuidar e ficar bonita”.

Dona Leah registra momentos que ela considera interessantes (inclusive o que vê na TV) em um diário, tudo com data e ano, para exercitar a memória e evitar esquecimentos.

Contudo, o maior dos segredos de Dona Leah para ser centenária é ter amor próprio. Depois, é cultivar amizades e não guardar rancor nem mágoa.

Quem tem ressentimento se destrói por dentro. Não critico as pessoas, as aceito como elas são.

A longeva Dona Leah nos mostra que com hábitos saudáveis e ponderação, é possível alcançar uma vida longa e cheia de alegria. Que tal seguir os conselhos dela e começar agora mesmo com a mudança de estilo de vida? Veja alguns:

  • Faça exames de rotina.
  • Exercite-se.
  • Coma em pequenas porções.
  • Beba uma taça de vinho tinto por dia.
  • Crie o hábito de dormir mais.
  • Converse com seus amigos e familiares.
  • Tire uns minutos para cuidar da alma.

Tags: amigos bons hábitos Centenária saúde vida longa

Veja mais