Por que você deve acompanhar a administração do seu fundo?

É o seu futuro que está em pauta

O principal objetivo de um fundo de pensão é administrar a poupança previdenciária dos participantes e pagar benefícios no futuro. Sendo assim, é o seu futuro que está em pauta quando se fala da gestão do fundo que administra seu plano de benefícios.

Estar atento ao que se passa com seu Plano de Previdência é tarefa de diferentes atores. A começar pela própria entidade, que deve ter os seus mecanismos de controles internos e de gerenciamento de riscos, tanto em relação ao patrimônio acumulado, quanto em relação às obrigações do plano para com o participante. Além disso, a legislação exige que as entidades contratem auditores independentes, com a finalidade de atestar se as demonstrações contábeis refletem a real situação patrimonial dos planos.

Há ainda a atuação do Conselho Fiscal, a quem cabe examinar e emitir pareceres sobre as demonstrações contábeis e informar ao Conselho Deliberativo sobre as eventuais irregularidades. Já o Poder Público deve atuar na regulação e fiscalização, determinando padrões mínimos de segurança econômico-financeira e atuarial para os planos de benefícios.

E o participante, qual o seu papel?

Participar, controlar, acompanhar, monitorar. Quanto maior a atuação dos participantes, melhor será o controle e a transparência da entidade.

A atuação do participante na gestão de seu plano pode acontecer de várias maneiras. Uma delas é por meio de sua participação ativa, acompanhando as notícias sobre a entidade na mídia, acessando o site da instituição, lendo o Relatório Anual, participando das eleições para composição dos conselhos, acompanhando a atuação dos conselheiros eleitos, monitorando o seu saldo de contas e a rentabilidade dos investimentos, bem como entrando em contato para fazer questionamentos e esclarecer dúvidas sempre que necessário.

Porém, muito além desse monitoramento, os participantes também podem atuar diretamente na administração do fundo: candidatando-se a uma das vagas reservadas aos participantes nos órgãos de governança, ou seja, nos conselhos deliberativo e fiscal.

“Isso representou um avanço sem precedentes para o sistema previdenciário e atribuiu maior representatividade às entidades que atuam no setor, permitindo ao participante discutir as principais questões relacionadas ao plano de benefícios do qual é contratante”, explica a advogada Adriana de Carvalho Vieira, coordenadora da Comissão Nacional de Governança da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp).

Faça o teste
Você é um participante bem informado? Responda às perguntas abaixo e teste a sua atuação junto a seu plano de previdência.

  • Você conhece as regras de funcionamento do plano (Estatuto, Regulamento)?
  • Já leu a política de investimentos do seu plano?
  • Sabe onde estão aplicados os recursos do plano?
  • Acompanha a rentabilidade dos investimentos?
  • Já consultou o Relatório Anual?
  • Sabe como verificar o seu saldo de conta?

Caso as respostas tenham sido negativas, o melhor a fazer é começar ainda hoje a mudança. 

Tags: administração aposentadoria participante plano

Veja mais