Inmetro registra acidentes de consumo em banco de dados aberto

No ano passado, foram registrados 212 acidentes e os eletrodomésticos foram a causa em 25% desses casos. Quase a metade (47,8%) ocorreu no Sudeste do Brasil

Como uma forma de contribuir para a prevenção de acidentes de consumo, O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) disponibiliza para os cidadãos brasileiros o Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidentes de Consumo (Sinmac).

O que é o Sinmac?

O Sinmac é um banco de dados abertos que registra acidentes provocados por produtos e serviços; reúne relatórios e estatísticas; categoriza os acidentes por produto, classe de produto e estado. Nele, também é possível acessar informações relativas ao impacto desses casos no sistema de saúde e na produtividade, como o tratamento de vítimas e o número de trabalhadores afastados.

Como é realizado o registro?

Qualquer pessoa que é vítima ou conhece alguém vítima de um acidente de consumo, acidente doméstico, acidente por mau uso do consumidor ou um incidente em que há falha do produto ou serviço, mas o acidente não ocorre, pode registrar o caso.

Esse registro é validado pelo Inmetro e, então, integrado ao Sinmac. Nos casos mais graves, são criados processos específicos para descobrir as causas e aplicar correções.

Para que servem as informações?

Com essas informações, o Inmetro pode identificar produtos e serviços que causam riscos e, assim, criar regulamentos técnicos, campanhas de conscientização e programas de avaliação.

Também é possível que entidades, órgãos públicos de defesa do consumidor e representantes do setor produtivo possam planejar ações para alertar a população e reduzir acidentes.