É possível viver com as contas em dia recebendo um salário mínimo?

Como viver com esse valor no Brasil é, no mínimo, um desafio, preparamos esse guia com dicas preciosas


Viver com R$ 937,00, o valor atual do salário mínimo, é muito difícil. Em especial quando se tem filhos e essa é a sua única renda. É preciso cortar gastos que muitas vezes não são supérfluos e é necessário se disciplinar muito, além de muitas vezes ter que contar com a ajuda da família e amigos.

Como viver com esse valor no Brasil é, no mínimo, um desafio, preparamos esse guia com dicas preciosas para auxiliar os que vivem, ou conhecem alguém que viva, exclusivamente com esta renda e anda precisando de uma ajudinha.

Use o transporte público que tenha integração

Se você precisa todo dia de transporte público, se informe sobre os descontos que trabalhadores e estudantes tem para o uso desse serviço. Dê preferência para veículos que fazem integração entre ônibus e metrô, a economia chega a mais de 40% por mês. Caso você conheça alguém que vá de carro para o trabalho e more perto de você, tente conseguir uma carona. O valor que você pode desembolsar para ajudar com a gasolina vai ser praticamente igual ao usado no transporte público e te tomara menos tempo, e estresse. Converse e coloque na ponta do lápis os custos. Você poderá até usar o dinheiro do vale transporte para outros fins, como lazer, transporte da família, entre outros.

Use frutas e legumes da estação para fazer suas marmitas

Legumes e verduras da estação são sempre mais em conta. Outra forma de economizar é usar os ingredientes que você já tem em sua despensa para preparar as refeições, deixe para comprar mantimentos quando começarem a faltar de fato, assim não haverá desperdício. Caso cozinhar em casa não seja uma opção, você pode buscar restaurantes populares ou empresas que fazem pratos prontos mais baratos.

Procure informações sobre programas do governo

O governo oferece programas que distribuem cestas básicas e ajudam em outras áreas, como a financeira. Procure informações sobre eles. Um dos mais conhecidos é o Minha Casa Minha Vida. Dependendo da sua situação e do que tem disponível na sua cidade, com R$ 50,00 mensais você pode começar a pagar por sua casa própria e não depender de aluguel ou dividir casa com outras pessoas. O importante aqui é tentar minimizar ao máximo seus custos.

Procure saber de promoções

Tire proveito das ofertas semanais dos supermercados. Compre em lojas que vendem mais barato por quantidades maiores — se o prazo de validade compensar —, além de pechinchar nas feiras de bairro. Você pode até fazer uma pequena horta, se sua casa permitir. Roupas podem ser compradas em brechós e em lojas populares, como as de departamento. Lojas que não ficam em shoppings, costumam ter preços mais acessíveis do que aquelas que fazem parte dos grandes centros de compras.

Economize quando puder

Uma conta poupança emergencial é essencial, pois os imprevistos de saúde podem surgir ou você pode perder o seu emprego um dia. Tente sempre salvar uma pequena quantia semanal ou mensalmente, este dinheiro poupado fará a diferença no longo prazo.

Tente ter uma renda extra

É importante buscar formas de incrementar sua renda. Se tem filhos acima de 18 anos, é importante que eles te ajudem. É possível montar um negócio com amigos próximos, mesmo que provisoriamente informal, para que se ganhe um pouco mais e possa ter uma qualidade de vida melhor. 

Tags: organização financeira renda salário mínimo

Veja mais