Descubra quando é melhor usar o débito automático

Esse serviço pode ser um bom negócio no seu orçamento doméstico

Todo mundo tem se deparado com essa forma de pagar certos tipos de serviços, mas será que é uma boa escolha?

O débito automático é a forma mais prática de realizar os pagamentos de suas contas, sem correr o risco de esquecê-los e ainda conta com a praticidade de não se preocupar com a data de vencimento. A única coisa que se deve fazer é não esquecer de deixar saldo na conta!

O recurso economiza o tempo de ida ao banco e até os minutos gastos diante do computador utilizando seu internet banking. Basta fazer o cadastro no banco e escolher as contas que podem ser debitadas automaticamente. Outro ponto é quando a data de vencimento cai num final de semana, o débito é feito no dia útil posterior ao vencimento. Fácil, né?

Mas o que é esse serviço, afinal?

Ele permite o agendamento do pagamento de quase todas as despesas da casa – água, luz, telefone, plano de saúde, TV por assinatura, parcelas do IPVA e IPTU e de financiamentos ou compras realizadas – como crédito pessoal, cartão de crédito, escola, automóvel ou uma viagem parcelada, por exemplo.

E como funciona?

Você escolhe quais contas vai colocar no débito automático e, no dia do vencimento, o valor a pagar é descontado da conta-corrente. Exemplo: sua conta de telefone vence todo dia 10. Nesta data, o valor será retirado da sua conta.

Além da comodidade, algumas empresas oferecem descontos aos pagamentos realizados de forma automática. “Esses descontos geralmente são concedidos para quem paga por débito automático por alguns meses, geralmente entre três e seis meses. É um incentivo das empresas para que o consumidor faça o pagamento na data esperada e diminua o risco de inadimplência”, explica o consultor de finanças Rogério Olegário.

E posso agendar o pagamento do cartão de crédito também?

Uma atenção especial deve ser dada às contas do cartão de crédito. “As faturas do cartão de crédito, por seu potencial de gerar valores elevados e sempre variáveis, podem ser objeto de débito automático. Mas somente utilize o serviço se o limite do cartão ou valor da conta for baixo, impedindo surpresas desagradáveis”, esclarece o advogado.

Mesmo com o cadastramento de débito automático, as faturas das contas ainda serão enviadas para o seu endereço, com a mesma antecedência das datas de vencimento. Com isso, você pode verificar sempre os valores a serem pagos e comparar com os valores descontados em sua conta. De qualquer forma, procure planejar seu orçamento e acompanhe o extrato detalhado de sua compra. Se não estiver satisfeito ou ocorrer algum erro, o débito automático pode ser desativado a qualquer momento.

Agora, veja algumas vantagens e desvantagens do débito automático

A maior vantagem é não esquecer o pagamento de uma conta, evitando multas e juros. Por essas e outras, ela é a melhor opção para pessoas desorganizadas e que têm o costume de atrasar o pagamento de suas contas, por causa da indisciplina...  Já a desvantagem aparece quando o dia do pagamento chega e você não tem dinheiro em conta. Ou porque o banco usou o valor para cobrir o cheque especial ou porque o pagamento não foi feito da maneira correta. Daí não tem jeito: você paga juros e multa por atraso.

Por isso, é recomendado que você tenha um bom controle sobre suas receitas, bem como seus gastos, senão o débito automático pode ser uma enrascada.

“Caso você não tenha mais saldo em sua conta nem limite de crédito, entre em contato imediatamente com o SAC das empresas”, aconselha o advogado Luiz Guilherme Natalizi.

Se, na eventualidade de que uma conta em débito automático não ser paga por falta de fundos na conta, não perca tempo: peça uma segunda via das faturas com o valor corrigido, devido às taxas e multas, ou pague direto no caixa. 

Tags: conta-corrente debitoautomatico dinheiro planejamentofinanceiro

Veja mais