Aprenda a minimizar os riscos e perca o medo de investir

Uma boa gestão pode reduzir os riscos ao mínimo e proteger seu patrimônio


Quem tem reserva financeira sabe que dinheiro não pode ficar parado. Investir é algo saudável e pode ser uma maneira de fazer render aquele valor que você tanto suou para conquistar. Mas o medo recorrente na hora de investir é: como lidar com os temidos riscos?

Riscos em investimentos podem ser facilmente compreendidos pela probabilidade de alguma variável impactar nas operações de mercado.

Se você pensa em investir, saiba que toda decisão de compra envolve riscos. Eles não podem ser previstos, e mesmo quando o retorno é determinado com antecedência, você não estará livre deles. Mas uma boa gestão pode reduzi-los ao mínimo e proteger seu patrimônio.

A orientação mais comum para reduzir riscos é a diversificação de investimentos. Assim, se você não obtiver êxito em uma aposta que fizer no mercado, terá mais chances de se dar bem em outras e poderá conseguir bons retornos.

Outra recomendação importante é que você busque informações sobre o mercado financeiro, seus conceitos e comportamento. Tire o máximo de dúvidas com seu assessor de investimentos, queira saber o que significa volatilidade, taxa de câmbio, preço das commodities, etc. Todos esses fatores podem influenciar no aumento ou na diminuição dos riscos que você vai assumir, por isso, eles são importantes para você.

Educar-se é o passo fundamental para minimizar o risco. O multibilionário americano Warren Buffett é tido como um gênio do investimento e aconselha: “nunca invista em um negócio que você não entende”, aconselha.

Meu dinheiro está rendendo?

Essa é uma pergunta comum, por isso é preciso saber se o investimento é de curto ou longo prazo. Para longo prazo, especialistas recomendam acompanhar o mercado de ações de uma a duas vezes por trimestre. Trata-se de psicologia simples: o declínio dos mercados pode gerar medo, assim ficará tentado a vender com um preço mais baixo. Mercados em alta provocam excesso de confiança, encorajando-o a comprar alto — maneira infalível de perder dinheiro.

Os investimentos a curto prazo não são muito recomendados, pois, historicamente, o mercado de ações sempre se recuperou de momentos ruins e disparou em seguida. Claro que, ninguém, nem mesmo Warren Buffett, pode prever o que vai acontecer em 10, 20 ou 50 anos, mas mesmo que seu investimento perca 10% de seu valor hoje, é natural que ele se recupere e cubra essa perda a longo prazo.

Tags: finanças investimento rendimento riscos

Veja mais